Operação Brás termina com apreensão de três milhões de peças falsificadas

Polícia 17 maio / 2019 às 20:24

As 370 toneladas de material encheram 26 caminhões. Pelo menos 200 pessoas serão investigadas

A Polícia Civil apreendeu três milhões de itens entre confecções, bolsas, bonés e calçados falsificados durante a Operação Brás, finalizada na tarde desta sexta-feira (17). A ação, que durou quatro dias, teve como alvo um conjunto comercial de oito andares na rua Vautier, no centro da Capital.
Todo o material apreendido pesou 370 toneladas e atingiu o valor de R$ 50 milhões, sendo necessário 26 caminhões para o seu transporte. Pelo menos 200 pessoas serão investigadas pelo envolvimento em crime de pirataria.
Os trabalhos que resultaram na apreensão foram planejados e operacionalizados pela 1ª Delegacia de Investigações Sobre Propriedade Imaterial (Antipirataria), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Ao todo, participaram da ação 25 policiais civis.
Segundo o delegado Wagner Carrasco, titular da delegacia especializada, as apurações feitas até o momento devem desencadear outras operações como esta. “Estamos trabalhando em duas frentes. Ações em centros de venda de comércio popular e na outra ponta, onde esses produtos são fabricados.”


Mais Notícias